Acusada de matar filha de 1 ano com 26 facadas vai a júri popular em João Pessoa, nesta terça-feira (11)

  • 11/06/2024
(Foto: Reprodução)
Júlia, de 1 ano, foi morta a facadas em outubro de 2023. Mãe da menina confessou o crime. Júlia, de 1 ano, foi morta pela própria mãe por raiva de término de relacionamento com o pai, segundo a Polícia TV Cabo Branco Acontece nesta terça-feira (11) o júri popular de Eliane Nunes da Silva, mulher que assumiu ter matado a filha de apenas um ano de idade. O crime aconteceu no dia 26 de outubro de 2023, no bairro do Geisel, em João Pessoa. De acordo com a denúncia apresentada pelo Ministério Público da Paraíba, a mulher esfaqueou a criança 26 vezes e cometeu o crime após o então companheiro, e pai da criança, decidir terminar a relação com ela. Eliane é acusada do crime de homicídio triplamente qualificado: por motivo torpe, uso de recurso que dificultou a defesa da vítima e com emprego de meio cruel. O Ministério Público ainda pede o aumento de pena pelo fato da ré ser mãe da vítima e pelo crime ter sido cometido contra uma criança. LEIA TAMBÉM: Polícia diz que mulher foi 'motivada pela raiva' após marido terminar relacionamento 'Em 12 anos de polícia, foi uma das cenas que mais me causaram repulsa', diz delegado De acordo com os autos do processo, após receber uma mensagem do seu então companheiro, a acusada foi até o berço em que sua filha estava deitada e desferiu 26 golpes de faca na região do abdômen, costas e pescoço da criança. Ainda com manchas de sangue nos braços, Eliane apresentou-se à polícia, confessou o crime e confirmou as razões que a fizeram cometê-lo. Desde então, a mulher está presa preventivamente na Penitenciária de Recuperação Feminina Maria Julia Maranhão. Mensagens mostram término de relacionamento antes de mãe matar filha de 1 ano, em João Pessoa TV Cabo Branco/Reprodução O advogado de defesa da acusada, Jardiel Oliveira, afirmou que vai contestar a qualificadora de motivo torpe. "Foi um ato de desespero. Ela em nenhum momento, durante todo o convívio com o companheiro, deu sinais de que poderia tentar alguma coisa contra a filha ou contra ele", diz o advogado. O Ministério Público da Paraíba afirmou que existem provas da materialidade do fato e indícios suficientes de autoria. Família se despede de Júlia que foi morta pela própria mãe em João Pessoa Vídeos mais assistidos do g1 Paraíba

FONTE: https://g1.globo.com/pb/paraiba/noticia/2024/06/11/acusada-de-matar-filha-de-1-ano-a-facadas-vai-a-juri-popular-em-joao-pessoa-nesta-terca-feira-11.ghtml


#Compartilhe

Aplicativos


Locutor no Ar

Peça Sua Música

No momento todos os nossos apresentadores estão offline, tente novamente mais tarde, obrigado!

Anunciantes